Biblioteca Solidária no Hospital Municipal de Contagem/ Pronto Atendimento Infantil

Como todos os meus projetos nascem de sonhos, a Biblioteca Solidária em Hospital não poderia ter sido diferente. Sonhei com ela e, em janeiro deste ano, antes mesmo de saber se daria ou não certo, já comecei a fazer campanha de arrecadação de livros, por meio das minhas redes sociais. E chegaram caixas. Bom demais, né?

A estrutura é daquela biblioteca itinerante que fizemos no ano passado, mas devido à chuva não faz sentido deixá-la pelas ruas. Depois, pensaremos numa biblioteca menor e mais prática com essa finalidade.

Mas vamos ao que interessa: a Biblioteca Solidária já está no Hospital Municipal de Contagem, na recepção do Pronto Atendimento Infantil. Uhuuu!!!! Partindo do pressuposto de que livros curam a alma e a mente, acredito que um ambiente como um hospital requer algo que as pessoas precisem se sentir melhor.

O intuito é que estes futuros leitores possam ter leveza, calma, diversão, cultura, acesso a um material democrático, distração, visão mais ampla do mundo e compartilhamento de conhecimento.

Foi pensada, também, uma estratégia de humanização adotada por diversas instituições de saúde com o objetivo de levar à criança, ao adulto e ao idoso a mediação de leitura de histórias. Por meio da leitura em ambientes hospitalares é possível motivar não somente pacientes, mas todos os sujeitos que circulam neste local. Afinal, “o livro só ganha vida quando está nas mãos de seu leitor, seja ele quem for”.

E assim, temos feito (com a parceria do lindo PROJETO SORRISO, idealizado por Cauby Morais e Josiane Ciolette, e da COLETIVA) essa rede de bibliotecas completamente APARTIDÁRIA e que proporcione a “BIBLIODIVERSIDADE” , permitindo que diferentes públicos se identifiquem com as temáticas.

Quero agora, agradecer imensamente à amiga e jornalista Carol Sousa, que me ajudou na articulação com os responsáveis; ao subsecretário da Secretaria Municipal de Comunicação de Contagem, Pedro Blank; à coordenadora do Complexo Hospitalar e UPAs de Contagem, Denise Dias, aos meus pais e amigos que doaram caixas de livros, como a prima Cássia Fernandes, a professora Sônia Pessoa, a bibliotecária Ana Maria e muitos outros.

Obrigada, do fundo do coração. Aliás, tem saído borboletas do meu coração e de todo o meu corpo de tanta alegria!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s